Gestão da Educação: estudantes da rede estadual redescobrem o mundo literário na Bienal do Livro

 

Secretaria de Educação concedeu vouchers aos alunos para a compra de livros

Divulgação/SEE
Alunos da rede estadual puderam comprar muitos livros com o voucher escolar de R$ 5 concedidos pela Secretaria de Estado de Educação
Alunos da rede estadual puderam comprar muitos livros com o voucher escolar de R$ 5 concedidos pela Secretaria de Estado de Educação

Alunos de instituições de ensino de Belo Horizonte e Contagem tiveram a oportunidade de passear pelos corredores da Bienal do Livro, que acontece no Expominas, em Belo Horizonte, com o voucher escolar de R$ 5 concedidos pela Secretaria de Estado de Educação (SEE). Os professores também ganharam o voucher escolar, no valor de R$ 30, e puderam fazer suas buscas e escolhas.

Cento e vinte e cinco alunos da Escola Estadual Antenor Pessoa, em Belo Horizonte, visitaram a Bienal esta semana. Matheus Felipe, de 12 anos, realizou muitas compras. Com R$ 4,50 comprou cinco volumes de gibis da famosa saga Guerra das Estrelas. Em meio a tanta oferta, obras e cores, ele conseguiu encontrar as histórias que deverão preencher seu tempo livre.

Os títulos adquiridos eram curiosos. A aluna Sara Dias, de 10 anos, procurava obras com poesia. Ela que, eventualmente, cria poemas em seu diário, acabou levando para casa um romance sobre vampiros. “A moça que atendia o stand me deu algumas indicações, mas acabei chegando ao livro ‘Quem tem medo de vampiro’”. Sem aparentar saber exatamente do que se tratava a obra infanto-juvenil, do curitibano Dalton Trevisan, a estudantes deverá ter uma agradável surpresa, quando começar a navegar pela história, que fala sobre as aventuras e desventuras da alma humana.

A diretora da Escola Estadual Antenor Pessoa, Kátia Perdigão, lembrou que a visita a uma Bienal do Livro, é uma experiência que cativa e que não se substitui. “É igual a teatro e cinema. São ambientes peculiares que causam impactos diferentes. O que estes alunos estão levando não é só um livro, e sim a lembrança de várias referências que, com certeza, continuarão a estimulá-los para o mundo literário de forma permanente na vida deles”, observou a diretora.

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) liberou recurso para algumas escolas da rede estadual criarem ou ampliarem o acervo literário. Cada instituição recebeu uma verba que varia de R$ 1 mil a R$ 5 mil, de acordo com o número de alunos.

Entre as escolas contempladas está a Escola Estadual Deputado João de Almeida, no município de Pedra Azul, no Vale do Jequitinhonha. De acordo com a diretora, Adilene Lopes Barros, os livros adquiridos vão contribuir com os projetos de leitura desenvolvidos pela instituição. “Adquirimos livros variados, alguns escritos por autores conhecidos como Clarice Lispector e José de Alencar. Outros livros abordam temas relacionados aos valores humanos, pois fazem parte dos temas transversais que trabalhamos”, explica a diretora da escola que esteve na Bienal do Livro para a aquisição dos títulos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/estudantes-da-rede-estadual-redescobrem-o-mundo-literario-na-bienal-do-livro/

Publicado em 25/05/2012, em Anastasia, Antonio Anastasia, Choque de Gestão, Gestao Pública, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas e marcado como , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: