Governo de Minas: Jucemg abre empresa em três dias na capital mineira e em nove dias no interior do Estado

Essa agilidade é possível por cauda do serviço Minas Fácil que possibilita a desburocratização na hora da abertura de um novo negócio

Três dias, esse é o tempo que a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) leva para registrar a abertura de uma empresa em Belo Horizonte, no interior do estado, esse tempo sobe para apenas nove dias. Nesse período, tudo é resolvido, desde a etapa inicial como, por exemplo, consulta de viabilidade e registro da documentação até a formalização do empreendimento.

Essa facilidade para efetivação do negócio se deve ao Minas Fácil, serviço realizado através da Jucemg, responsável pela desburocratização dos processos na hora de abrir uma empresa. Presente em 91 municípios, somente este ano 59 unidades foram lançadas pelo Governo do Estado, levando o serviço para regiões que precisam potencializar o desenvolvimento econômico, como o Vale do Jequitinhonha e as regiões norte e noroeste do estado.

O Minas Fácil possibilita que todo procedimento necessário para a formalização do empreendimento possa ser feito em um só local, o que reduz custos, tempo e garante mais agilidade para os empreendedores mineiros. Essas facilidades trazem, também, benefícios diretos para as cidades como a redução da informalidade empresarial, o que estimula a geração de riqueza e aumento da oferta de trabalho.

Idealizado pelo Governo de Minas, em 2004, pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, por meio do Projeto Estruturador Descomplicar, o serviço da Jucemg está interligado com os principais órgãos públicos envolvidos na abertura de empresas.

Arranjos Produtivos de Capacitação

Para apresentar os serviços do Minas Fácil, a Jucemg lançou, no ano passado, em parceria com o Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-Mg), os Arranjos Produtivos de Capacitação (APCs) que, por meio de cartilhas e palestras,  informam a empresários sobre registro, formalização e gestão de empresas. As informações dos APCs contribuem de forma direta para a geração de trabalho e riqueza e estimulam o desenvolvimento dos empreendimentos, pois oferecem aos empreendedores a possibilidade de aumentar os níveis de organização, qualidade, produtividade, competitividade, lucratividade e gestão de seus negócios. Além de empresários, os APCs orientam contabilistas, contadores, estudantes, usuários e interessados em geral, em como abrir e fomentar seu negócio e evitar a falência do empreendimento logo nos primeiros anos de atividade.

Os Arranjos Produtivos de Capacitação ocorrem de forma contínua em todo o Estado através da Jucemg, por meio de sua Escola Permanente, e contam com parceiros estratégicos, entre eles destacam-se entidades de classe, prefeituras envolvidas e o Sebrae-Mg.

A Escola Permanente, implantada em março de 2011, é mais uma iniciativa da Jucemg para aprimorar e atualizar suas competências, baseando-se no conceito de educação continuada, visando capacitar e qualificar constantemente seus servidores e colaboradores, bem como atingir empresários e futuros empreendedores sobre o registro empresarial e demais temas relativos aos serviços.

Com o objetivo de atingir resultados com altos índices de satisfação para o público externo e integração total entre colaboradores e servidores, a Jucemg iniciou, em abril de 2011, a implantação do Sistema de Gestão da Qualidade, fazendo com que cada gestor e equipe falem a mesma linguagem e executem as tarefas de modo alinhado. A meta agora é a certificação pela norma ISO 9001/2008, que contribui para o cumprimento das tarefas e gerar maior satisfação dos usuários.

Por meio dessas ações e iniciativas, a Jucemg é referência para todo o país. Somente em 2011, a Junta Comercial de Minas Gerais recebeu a visita de representantes de 13 estados que vieram conhecer as práticas de registro empresarial da autarquia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/jucemg-abre-empresa-em-tres-dias-na-capital-mineira-e-em-nove-dias-no-interior-do-estado/

Publicado em 16/05/2012, em Anastasia, Antonio Anastasia, Choque de Gestão, Gestao Pública, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: