Gestão da Saúde: técnicos realizam busca ativa do tracoma em municípios da região Leste

Doença que pode causar cegueira, tracoma atinge cerca de 150 milhões de pessoas no mundo

Frederico Bussinger
Profissionais examinam as crianças em escolas do leste do estado
Profissionais examinam as crianças em escolas do leste do estado

Com o objetivo de eliminar o tracoma do país até 2020, uma equipe referência em Tracoma da Superintendência Regional de Saúde de Governador Valadares (SRS-GV),  órgão da Secretária de Estado de Saúde (SES), realizou de 23 de março a 27 de abril, a busca ativa de tracoma nas escolas municipais e estaduais dos municípios de Sobrália e José Raydan, localizados na região Leste do Estado.

O Tracoma é uma doença inflamatória ocular crônica, causada pela bactéria Clamydia Tracolimus, que pode causar cegueira. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que existam 6 milhões de pessoas com cegueira por conta do Tracoma. A doença se manifesta através de uma espécie de conjuntivite que afeta principalmente crianças em idade escolar e está diretamente relacionado aos hábitos de higiene. Ainda de acordo com a OMS aproximadamente 150 milhões de pessoas com tracoma no mundo.

Em Sobrália foram examinados 859 alunos e servidores de três escolas. Nestas instituições foram detectados 55 casos positivos de Tracoma. A equipe também realizou a investigação familiar dos casos positivos e a Secretaria Municipal de Saúde de Sobrália está executando o tratamento dos doentes com a dose única de medicamento.

“O apoio, receptividade e mobilização prestada pela Secretaria Municipal de Saúde e pelos técnicos das instituições visitadas foram de suma importância para a realização do trabalho de busca ativa”, afirmou a referência em Oftalmologia Social da SRS-GV, Nilma Simões, que acompanhada de Miralda Soares Cardoso e Ivandir Amarindo Macedo, compõe a equipe de Tracoma da Regional.

A secretária de saúde de Sobrália, Maria Marlene Rodrigues de Andrade, elogiou o trabalho da equipe do estado. “Nos sentimos honrados de ser a primeira cidade na região  a receber a equipe, que executou um trabalho que foi muito bem recebido pelos  técnicos da secretaria e das instituições”, ressaltou.

Em José Raydan, a equipe promoveu uma reunião de sensibilização com representantes do município e realizou a busca ativa de tracoma   em escolas municipais, onde foram examinados aproximadamente 800 alunos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/tecnicos-realizam-busca-ativa-do-tracoma-em-municipios-da-regiao-leste/

Publicado em 27/04/2012, em Anastasia, Antonio Anastasia, Choque de Gestão, Gestao Pública, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas e marcado como , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: