Arquivos do Blog

Gestão Anastasia: primeiro curso presencial da Magistra tem como tema o projeto “Reiventando o Ensino Médio”

Durante esta semana, cerca de 90 profissionais da educação serão capacitados para implantar as novidades deste nível de ensino
Osvaldo Afonso/Imprensa MG
A secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, durante a cerimônia de abertura
A secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, durante a cerimônia de abertura

Inaugurada na semana passada, a Magistra – Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores – realiza até a próxima sexta-feira (10) a sua primeira capacitação presencial. O curso é voltado para cerca de 90 educadores das 11 escolas da regional norte de Belo Horizonte que fazem parte do Projeto ‘Reinventando o Ensino Médio’, da Secretaria de Estado de Educação (SEE). O encontro acontece na sede da Magistra, no bairro Gameleira, na capital mineira.

Na cerimônia de abertura realizada nessa segunda-feira (6), a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, destacou para os presentes a importância desta capacitação para as mudanças no ensino médio. “O projeto ‘Reinventando o Ensino Médio’ é uma nova perspectiva de transferência da cultura para este nível de escolaridade. Daí a importância de uma coautoria dos diretores e professores para que as ações se desdobrem de maneira adequada”, explica.

Com carga horária de 40 horas, o encontro será uma oportunidade para que os educadores se capacitem quanto às áreas de empregabilidade a serem oferecidas pelo projeto. Cada uma das escolas contará com um coordenador do projeto e três orientadores, sendo um para cada área de empregabilidade: Comunicação Aplicada, Tecnologia da Informação e Turismo. Todos eles já são funcionários das escolas e se capacitarão com o auxílio de consultores da Universidade Federal de Minas Gerais.  Em 2012, o curso começa para cerca de três mil alunos do 1º ano do ensino médio.

“Nesta semana o objetivo é preparar os educadores para que eles possam assumir o papel de multiplicadores do projeto nas escolas. Além das capacitações em grupos para cada área de empregabilidade, os coordenadores e orientadores farão uma visita às instalações da Magistra e ao Espaço TIM do Conhecimento. A visita ao museu faz parte de uma metodologia que busca ultrapassar os muros das escolas”, detalha a coordenadora do Curso de Capacitação de Educadores – Projeto ‘Reinventando o Ensino Médio’, Márcia Ambrósio.

Capacitar para mudar

Para a orientadora do projeto na Escola Estadual Maria Luiza Miranda Bastos, Iris Silva Nascimento, a capacitação vai auxiliar os envolvidos com o projeto a promoverem as mudanças nas escolas. “É um momento em que teremos as diretrizes do nosso trabalho. Um ensino médio com ênfase em áreas de empregabilidade é mais uma alternativa que se abre nas escolas e de extrema importância para os nossos alunos”, afirma.

De acordo com a superintendente de Desenvolvimento do Ensino Médio, Audrey de Oliveira, as mudanças têm como objetivo preparar os alunos para várias escolhas. Diz ela: “Com as ênfases nas áreas de empregabilidade, o jovem poderá decidir em prosseguir os seus estudos ou lançar-se no mundo do trabalho estando aptos às competências e habilidades necessárias ao enfrentamento da sociedade contemporânea”.

Fonte: Agência Minas

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.